Todo mundo já ouviu pelo menos uma vez na vida a seguinte frase: O barato sai caro. E é exatamente esse o risco que você está correndo ao construir e reformar sem ajuda de profissionais experimentados. Bons arquitetos e engenheiros aperfeiçoam recursos, evitam desperdícios e aceleram o processo de construção de forma natural.

Notamos que há certa dificuldade no momento de decidir qual profissional contratar para construir ou reformar, e por isso, é importante ter claro como cada um dos dois profissionais atua.

Para entender melhor a função de cada um no processo de construção. Ambos podem atuar na edificação, sendo responsáveis pelo projeto, execução e gerenciamento de obras. É preciso estar atento ao escopo de cada um e qual área específica eles podem atuar.

O que faz um Arquiteto

O Arquiteto e Urbanista, desde sua formação, aprendem a planejar espaços, entendem as características e necessidades do cliente, não somente presentes, mas também as futuras, trazendo funcionalidade ao projeto, além de beleza estética. Ao conhecer um terreno, por exemplo, e conhecendo o desejo do cliente, ele elabora o projeto de forma a utilizar da melhor forma possível toda a área disponível. Eis algumas questões importantes a serem analisadas pelo Arquiteto:

  • Distribuição dos cômodos;
  • Iluminação e ventilação do imóvel;
  • Design interno e externo;
  • Acompanhamento da obra (Acompanhamento técnico, contratação, gerenciamento de recursos, etc.).

O Arquiteto atua sempre seguindo todas as normas dos órgãos regulamentadores.

O que faz um Engenheiro

Na formação de um Engenheiro Civil, ele é submetido a extensas horas de cálculos e dimensionamentos, por isso, diferentemente do Arquiteto que está ligado à funcionalidade dos espaços, o Engenheiro Civil está mais ligado às questões estruturais da edificação, técnicas construtivas, e necessidades de utilização do imóvel. É responsabilidade de o Engenheiro encontrar a solução técnica para executar aquilo que foi pensado pelo Arquiteto. Eis algumas funções do Engenheiro:

  • Avaliação da capacidade de suporte do solo;
  • Dimensionamento da fundação a ser utilizada;
  • Dimensionamento da superestrutura: lajes, vigas e pilares;
  • Técnica construtiva e materiais utilizados;
  • Dimensionamento e determinação dos projetos elétricos, hidráulicos e sanitários.

Qual deles eu preciso?

As duas profissões se complementam em todas as etapas da obra, e é por isso que temos ambos os profissionais na NAVESBELEZINI. Enquanto o Arquiteto traz valor à obra através da humanização do projeto, otimização dos espaços, harmonização dos ambientes, o Engenheiro fica encarregado de encontrar as melhores soluções construtivas para o projeto. Sendo assim, quando os dois profissionais atuam juntamente, minimizam os erros e maximizam o conforto do cliente.

Se você ainda nem começou a fase de projeto, a melhor indicação é contratar um Arquiteto para realização dos projetos arquitetônicos e posteriormente um Engenheiro Civil para os projetos complementares, exceto em pequenas reformas, pois nesse caso, um dos dois é suficiente.

Aqui na NAVESBELEZINI ambos os profissionais atuam juntos desde o início de qualquer projeto, seja residencial, comercial ou reforma, oferecendo o melhor dos dois serviços aos nossos clientes.